"QUANTO A MIM, TENHO QUE LHES DIZER QUE AS ESTRELAS SÃO OS OLHOS DE DEUS VIGIANDO PARA QUE TUDO CORRA BEM. PARA SEMPRE. E, COMO SE SABE, SEMPRE NÃO ACABA NUNCA." (CLARICE LISPECTOR)



terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Mas como começar de novo se a ferida que sangrou acostumou a se sentir prejudicada? ...


"Respeite a ausência,


a omissão,


o silêncio.


É meu movimento de deserção.


Abandonei o posto,


rompi a corda,


desacreditei de tudo.


Cansei de esperar que finalmente um dia,


minha fotografia


fizesse jus ao seu criado mudo."




Depois de pensar um pouco ela viu que não havia mais motivo e nem razão e pode perdoá-lo...


0 comentários:

Postar um comentário