"QUANTO A MIM, TENHO QUE LHES DIZER QUE AS ESTRELAS SÃO OS OLHOS DE DEUS VIGIANDO PARA QUE TUDO CORRA BEM. PARA SEMPRE. E, COMO SE SABE, SEMPRE NÃO ACABA NUNCA." (CLARICE LISPECTOR)



quarta-feira, 17 de novembro de 2010

4 meses sem teu colinho...


"Como doem as perdas para sempre perdidas.
E, portanto, irremediáveis.
Transformadas em memórias...
Iguais pequenos paraísos-perdidos."
 
 
[E quem diria que algo tão banal iria te arrancar de nós, assim, bruscamente.
Eu senti cada pedacinho da tua dor. Compartilhei cntg à distância esse tormento.
Chorei pelos cantos. Gritei chateada. Desesperei. Enlouqueci...
 Ainda não me acostumei com esse vazio imenso que ficou.
Mta falta dos teus beijos cicatrizantes...
Da tua gargalhada gostosa...
Da tua ternura...
Do teu amor...
 
 
Dor...
Dói...
 
 
 
 
Bjs doces de saudade... Amo-te!]
 
 
 
 

0 comentários:

Postar um comentário